Ainda Ontem Chorei de Saudade (Fernandes Paula)

Você me pede na carta Que eu desapareça Que eu nunca mais te procure Pra sempre te esqueça Posso fazer tua vontade Atender teu pedido Mas esquecer é bobagem É tempo perdido Ainda ontem chorei de saudade Relendo a carta, sentindo o perfume Mas que fazer com essa dor que me invade Mato esse amor ou me mata o ciúme