Naposledy vložené
Úniková místnost Vlaková loupež
Booking

Rezervujte si pobyt. Podpoříte zpěvník a sami dostanete $ 15.

Nejčastěji prohlížené
Opomíjené

Andar Na Pedra (Raimundos)

Ia pra praia sempre sem chinelo E tinha o peito do pé amarelo A sola grossa era feito um pneu Corria sempre muito mais que eu Andar na pedra, mulek, em cima da pedra O novo som vem da lapada do povo falando merda Porque a planta do pé dói mais quando pisa na pontuda Escolho a mais redonda que chama pedra buchuda Caminha pela trilha que leva por outra trilha E lá você vai ver a queda d'água e que senhora queda Lhe peça pra limpar o mau que a tanto tempo assola a terra Pra saber só quem erra que sangra o pé na subida da serra Carcaça grossa deixa a marca no chão Andar na pedra que cê seca o pé Andar na pedra nêga Carcaça grossa deixa a marca no chão Andar na pedra que cê seca o pé Andar na pedra nêga Segura onda, menina, levanta a saia Eu fico louco ela me enrola e me ensina o rumo da praia é que o pintor falou que o lado do quadro não tá pra cima Conserta que isso é mal da parede que contamina Mais feio que chinela havaiana a farda de cana é brega O mato vai crescer no samanda que ali nao pega Rumando a rocha eu sigo a dobra E deixo a onda vir como ela vier Agua me leva e é nisso que eu ponho fé Carcaça grossa deixa a marca no chão Andar na pedra que cê seca o pé Andar na pedra nêga Carcaça grossa deixa a marca no chão Andar na pedra que cê seca o pé Andar na pedra nêga Carcaça grossa deixa a marca no chão Andar na pedra que cê seca o pé Andar na pedra nêga Carcaça grossa deixa a marca no chão