Sámarina (Sangalo Ivete)

Descendo a rua da ladeira Só quem viu que pode contar Cheirando a flor de laranjeira Sá Marina vem pra cantar De saia branca costumeira Gira o sol que parou pra olhar Com seu jeitinho tão faceira Fez o povo inteiro cantar Roda pela vida afora E põe pra fora, essa alegria Dança que amanhece o dia pra se cantar Dança que essa gente aflita Se agita e segue, no seu passo Mostra toda essa poesia no olhar Descendo a rua da ladeira Só quem viu que pode contar Cheirando a flor de laranjeira Sá Marina vem pra cantar De saia branca costumeira Gira o sol que parou pra olhar Com seu jeitinho tão faceira Fez o povo inteiro cantar E fez o povo inteiro cantar E fez o povo inteiro cantar E fez o povo inteiro cantar Roda pela vida afora E põe pra fora, essa alegria Dança que amanhece o dia pra se cantar Dança que essa gente aflita Se agita e segue, no seu passo Mostra toda essa poesia no olhar Deixando os versos na partida E só cantigas pra se cantar Naquela tarde de domingo Fez o povo inteiro cantar E fez o povo inteiro cantar E fez o povo inteiro cantar E fez o povo inteiro cantar