Fingido (Os Paralamas Do Sucesso)

Não sei se eu te amo pra sempre ou Pra nunca mais Se o futuro é em frente ou Ficou pra trás Será que o meu amor é o que basta Pra nos salvar Ou meu ódio pra nos separar Amor mais doente, ódio mais fingido Difícil encontrar Por tanto tempo tem sido assim Teu jeito de não, minha boca de sim Será que algum dia eu ainda Vou ter que me atirar De uma ponte, a teus pés, numa curva Ou tanto faz